ccccff
La marée haute
quarta-feira, julho 30, 2008
  Nasceu o leãozinho

A ondinha rosa tem desde hoje um leãozinho para domar, seduzida pelas suas responsabilidades e competências de irmã mais velha que tão bem chamou a si (E depois eu mando nele?, foi o que retorquiu quando inquirida se gostava de ter um mano).
E eu vou conhecê-lo amanhã, esse desconhecido que já amo por ser quem é....

Etiquetas:

 
  azul bébé

...................................30 de Julho de 2008
.
.
e o meu coração tem mais alguém para amar...

Etiquetas:

 
terça-feira, julho 29, 2008
  Arnaldo Antunes - Se tudo pode acontecer

Etiquetas:

 
  optar é difícil mas não impossível



Christian Bale
 
segunda-feira, julho 28, 2008
  Um pequeno buraco no peito

Verdadeiro amigo é aquele que está à nossa disposição quando por sua vontade estaria noutro lado. (Lai Wein)

Gostaria que pudesses adivinhar a falta que me fazes e que não verbalizo, mas sinto, sinto, sinto.

Etiquetas: ,

 
  Parem o mundo, quero sair (respiro fundo, salto ou fico)

........................................Slow

Etiquetas:

 
  Turno

É fim de Julho e troca-se de turno. Os que regressam de férias trocam com os que vão em Agosto.
Ocupem os lugares inversos e comece de novo o carroussel a girar...

Etiquetas:

 
domingo, julho 27, 2008
  eu que nem acho grande piada aos loiros*



Aaron Eckhart

(*há sempre uma 3ª vez, depois de Robert Redford e Brad Pitt)

Etiquetas:

 
  a verdadeira razão para ver o Batman

só a descobri quando vi o Aaron Eckhart.

Etiquetas: ,

 
 

É uma da tarde e tenho fome de cinema. Olho desolada para os placards da Lusomundo.
Arrisco Batman, o cavaleiro das trevas.



Não aprecio em abstracto este género de filme nem em particular apreciei este mas realço a personagem mais impalpável e horrível do filme, Joker, última interpretação de Heath Ledger antes de morrer. Notável, por sinal.
___

Saí no intervalo (que o filme é longo e tem pausa para fazer consumo no bar) e ponderei não fazer o caminho de regresso. Mas voltei à sala tendo saído definitivamente meia hora depois de entrar do intervalo, pensando que raio é que entre sangue, mortos, e dolby sorround.
Mas o sorriso do Joker, aquele sorriso rasgado...

(arrepio)

Etiquetas: ,

 
  mr. bean

a palavra beanburger seria, para uma pessoa avisada, sinal de stop, mas para os distraídos é uma mais entre outras, escrita entre os vários menus do burger king. ao mastigar o hamburger de feijão, maldisse o meu lado lunático e prometi a mim mesma ler o menu da próxima vez.

Etiquetas:

 
  é simples

depois de meses de insónias felicidade é dormir toda a noite noites inteiras.

Etiquetas:

 
  Jack Johnson - Better together (live)

Etiquetas:

 
sexta-feira, julho 25, 2008
  "With my high heels?"

This odd idiom - jumpology - was born in 1952, Halsman said, after an arduous session photographing the Ford automobile family to celebrate the company's 50th anniversary. As he relaxed with a drink offered by Mrs. Edsel Ford, the photographer was shocked to hear himself asking one of the grandest of Grosse Pointe's grande dames if she would jump for his camera. "With my high heels?" she asked. But she gave it a try, unshod—after which her daughter-in-law, Mrs. Henry Ford II, wanted to jump too.

"With my high heels?"
asked Mrs. Edsel Ford when Halsman requested that she levitate.


For the next six years, Halsman ended his portrait sessions by asking sitters to jump. It is a tribute to his powers of persuasion that Richard Nixon, the Duke and Duchess of Windsor, Judge Learned Hand (in his mid-80s at the time) and other figures not known for spontaneity could be talked into rising to the challenge of...well, rising to the challenge. He called the resulting pictures his hobby, and in Philippe Halsman's Jump Book, a collection published in 1959, he claimed in the mock-academic text that they were studies in "jumpology."


( ! )

Etiquetas: ,

 
  Jumpology



Philippe Halsman


Philippe Halsman, with Marilyn Monroe in 1959, started asking all his subjects to jump as a way to loosen up.

Etiquetas: ,

 
quinta-feira, julho 24, 2008
  de amor

Mas hoje prefiro ouvir falar de amor

aqui

e não digo mais nada.

Etiquetas:

 
  comprou o jornal habitual e sentou-se no café...

Não tinha lido o artigo do Paulo Querido na última edição do Expresso quando escrevi um dos últimos posts e, lendo-o, apercebo-me que há muitas reflexões que partilho sobre a informação, nomeadamente esta: "Já ninguém confia numa única fonte de informação. Nem sequer em 5 ou 6." (PQ cita Mindy McAdams, professor de jornalismo).

Etiquetas: ,

 
  NeuromarkeTinG


Nelly Arenas


Falta introduzir um factor não (nada) despiciendo: o poder do neuromarketing, luta desigual.

Etiquetas:

 
quarta-feira, julho 23, 2008
  Esta Lisboa

Etiquetas:

 
terça-feira, julho 22, 2008
 

 
  Informação = Opinião?

O que é que significa estar informado? Nós não somos nem estamos informados. Não há informação. Existem versões, manipulação de dados, marketing aplicado ao jornalismo. Como é que se pode formar um pensamento crítico no meio do bombardeamento de notícias manipuladas?
 
  O velho tema da responsabilidade do Estado e da responsabilidade do indivíduo

Entram pela casa dentro com ofertas de férias no estrangeiro, carros novos e últimos gadgets. Ofuscam com o brilho que emanam. Quando saiem prometem voltar trazendo juros elevados.

Esta oferta constante e massificada de créditos fáceis não é regulamentada?
 
segunda-feira, julho 21, 2008
  Murros no estômago

As reportagens da TVI. A de hoje, de Ana Leal, sobre crianças autistas, e uma outra, de Alexandra Borges, sobre os meninos escravos do Gana.

Etiquetas:

 
domingo, julho 20, 2008
 

...há sempre algo que nos surpreende.



USB Desktop Mini Fridge

Etiquetas:

 
  Globalização?

16000 jovens chinesas são operadas todas as semanas para ficarem com os olhos arredondados à ocidental.

"As novas desordens na China"
documentário Rtp2
domingo, 20/07/08

Etiquetas:

 
sábado, julho 19, 2008
  Uma agência de viagens para pessoas com dificuldades de mobilidade


A agência Accessible Portugal abriu portas esta quinta-feira em Lisboa (10/07/2008) apesar de já funcionar há três anos na Internet, principalmente com turistas estrangeiros que querem conhecer Portugal.

«Uma agência convencional pensa apenas no transporte e nos quartos de hotel. Nós temos de ter em conta uma série de outros detalhes. Fazemos previamente todo um trabalho de campo, de forma a assegurar que há casas de banho adaptadas nos hotéis, restaurantes e ao longo do passeio, para termos a certeza que os locais que vamos visitar são completamente acessíveis, etc. Para além de tudo isto, alugamos material de apoio ortopédico, de forma a garantir ao cliente todas as condições no local de destino, evitando que tragam todo o material no avião».
(...)

Etiquetas: ,

 
sexta-feira, julho 18, 2008
  17 de Julho

hoje

uma pomba branca voou sobre mim.

Etiquetas:

 
segunda-feira, julho 14, 2008
  Xutos e Pontapés e Oioai - Pertencer



Deixei aqui este video quando foi lançado e deixo de novo, pela permanente actualidade e pelo tema. E pelas vozes do Tim e do Pedro Puppe. E pela música. E porque sim.


UPA - Unidos Para Ajudar

Etiquetas: ,

 
domingo, julho 13, 2008
 

Uma das coisas que aprendi muito cedo ainda foi a remar. De modo a conjugar o som dos remos a cortarem a água com o bater do meu coração.
Aprendi primeiro a remar contra a corrente. E agora não sei - nem ouso - remar de outra maneira.



Jorge de Sousa Braga

Etiquetas:

 
sábado, julho 12, 2008
  Hoje sou bébé

(...)

Etiquetas:

 
sexta-feira, julho 11, 2008
  A amizade tem deveres?

Etiquetas:

 
quarta-feira, julho 09, 2008
  Emily Dickinson

Not knowing when the dawn will come, I open every door.

Emily Dickinson

Etiquetas:

 
 



Philippe Halsman
USA. Tippi HEDREN, main actress in the movie "The Birds". In the background: British film director Alfred HITCHCOCK. 1962.

Etiquetas: , ,

 
terça-feira, julho 08, 2008
 

Esta noite sonhei que era um rio. Um rio pequenino, é certo, que nada mais conhecia além das montanhas onde nascia, dos amieiros e dos juncos que nele se debruçavam. Como todos os rios, o que eu mais ardentemente desejava era desaguar. Comecei a perguntar onde ficava o mar, mas ninguém me sabia responder. Apontavam-me com um gesto vago ora o este ora o oeste. Escolhera já a forma de desaguar - em delta, claro - mas não recolhera ainda o menor indício da proximidade do mar. Uma noite em que estava acampado entre as dunas cheguei finalmente a uma conclusão ( a mesma a que todos os rios chegaram talvez antes de mim): o mar não existia.

(E essa conclusão era salgada.)



Jorge de Sousa Braga

Etiquetas:

 
  Quem não pede não ouve Deus

Pergunta ela

Tens alguma prenda para mim? Pode ser uma grande.

Etiquetas:

 
  Para a menina Isabel...uma salva de palmas!

Entre a pureza dos azuis e o acolhimento dos castanhos envio um beijo de parabéns e relembro uma das primeiras pessoas da minha blogosfera, que conheci quando aceitei o convite para uma exposição dos seus luminosos quadros e encontrei além de uma verdadeira artista!:) uma pessoa bonita, meiga e gentil.



Isabel Magalhães
maré vaza, 2001

Etiquetas:

 
segunda-feira, julho 07, 2008
 

It's a lot of work living the life that you want to live, but that's what I'm doing.

David Alan Harvey

Etiquetas:

 
 



David Alan Harvey
CUBA. A musician wanders on the beach. 1998.

Etiquetas: ,

 
  Contas de email

Por estar com dificuldades de acesso à conta de mail do Sapo, criei uma outra, alternativa, no Gmail, de que aqui dei conhecimento e que foi

mareehaute.is.vague@gmail.com

tendo posteriormente regressado a

mareehaute@sapo.pt


e igualmente dei conhecimento do meu regresso ao mail do Sapo, não cuidando que as pessoas podiam não ler o post informativo. Hoje, por curiosidade, abri aquela conta de gmail e tinha dezenas de mails... Peço desculpa pelo que pode ter parecido falta de educação, mas no máximo foi negligência. Estava na verdade tão convencida que tinham re-actualizado o meu mail que me esqueci do alternativo que criei:(

Etiquetas:

 
  Sentimento(s)

"Mas é assim. Os sentimentos de prazer, ou de dor, ou de toda e qualquer qualidade entre dor e prazer, os sentimentos de toda e qualquer emoção ou dos diversos estados que se relacionam com uma qualquer emoção, são a mais universal das melodias, uma canção que só descansa quando chega o sono, e que se torna num verdadeiro hino quando a alegria nos ocupa ou se desfaz em lúgubre requiem quando a tristeza invade."

António Damásio, Ao encontro de Espinosa

Etiquetas:

 
  a meio da viagem

e sem saber em que acreditar.

Etiquetas:

 
  conheço-me

há tanto tempo e não sei o que esperar de mim.

Etiquetas:

 
 

Estou triste: as libelinhas
preferem as folhas dos amieiros
à minha pele


A Ursa-Maior
na água do rio
abanando a cauda


Pergunta a um eucalipto
a idade. Ele dir-te-à:
Abraça-me.




Jorge de Sousa Braga
O poeta nu

Etiquetas:

 
domingo, julho 06, 2008
 

É tão difícil guardar um rio
sobretudo quando ele corre
dentro de nós.



Jorge de Sousa Braga

Etiquetas:

 
  imaginação parcelar

pode ser a da fundadora da Apadedica que tem duas costelas partidas e não se lembra de nada.
caiu? teve algum acidente?
não me lembro de nada, só sei que a tosse me dá cada vez mais um aperto, uma dor no peito e até respirar fundo me dói

e o médico imaginário, divertido
esqueçamos a tosse
também pode ser amor

Etiquetas:

 
sábado, julho 05, 2008
  o mundo ao contrário é

uma pessoa ir ao médico e sair de lá com duas costelas partidas.

ao fim de uma semana de dores intermitentes mas faiscantes desloco-me às urgências hospitalares onde prescrevem rx, análises e tac. veredicto lançado, auguro-me mentalmente longo período de descanso (estendida na praia, rodeada de solícitos servos) mas eis que a médica diz que as fracturas estão a cicatrizar (pelo que não me recomendou nenhum tratamento especial daqueles de dar direito a birra e levar toneladas de mimo. chuif).

Etiquetas:

 
quinta-feira, julho 03, 2008
 

E agora, de onde é que eu retirei isto, que guardei em draft para mais tarde recordar e não cuidei de guardar a autoria?
Que me desculpe o autor desta peça, que saiu algures numa revista. Quase que preferiria não a citar mas encontro tanta riqueza nesta abordagem que opto por não a deixar passar em branco.



(...)
o movimento feminista, ao alterar o perfil da mulher ― sobretudo o da mulher urbana ―, dando-lhe voz fora do ambiente doméstico, um papel cada vez mais decisório nos rumos da sociedade e autonomia financeira, distanciou-a do antigo paradigma de comportamento, no qual ela esteve confinada por séculos, sem que semelhante processo de distensão e mudanças psicossociais tenha ocorrido com o homem, que permanece atado a um modelo desgastado e imbuído de conceitos bastante semelhantes aos de mais de meio-século atrás, de uma época na qual o feminismo ainda não havia ganhado o seu grande impulso. O resultado disso é que, generalizando um pouco, temos, hoje, mulheres do século XXI relacionando-se com homens da década de 1950.
(...)

O homem médio contemporâneo, por não haver acompanhado a evolução da mulher, não consegue dialogar com ela de forma satisfatória, não é capaz de compreender e admirar essa nova mulher. As mulheres, por sua parte, tornaram-se mais exigentes. Muitas se recusam, acertadamente, a permanecer em relacionamentos vazios e frustrantes, com maridos ou namorados que, gradualmente, vão se acomodando a uma rotina insossa e egoísta, privando suas companheiras, do carinho, da atenção, da cumplicidade e do diálogo, que elas tanto valorizam. Outras, por medo da solidão e da perspectiva de abandonar a segurança de uma relação e encontrar alguém ainda pior pela frente, acabam se resignando e passam a viver uma vida pela metade. Uma frase que resume bem essa segunda opção, que é mais comum do que muita gente imagina, é o título, engraçadíssimo e bastante espirituoso, de um livro da argentina Viviana Gómez Thorpe, que deu origem a uma peça de grande sucesso, chamado Não sou feliz, mas tenho marido.

(...)
Antes que discordem ou concordem de mim, aviso que, como sempre, as citações que faço não reflectem necessariamente a minha opinião, são antes de mais pistas de raciocínio que gosto de partilhar com quem me dá o prazer de me acompanhar nestas viagens.

Etiquetas: , ,

 
Sur la marée haute je suis montée la tête est pleine mais le coeur n'a pas assez. Lhasa de Sela


mareehaute.is.vague@gmail.com

Praias
  • Associação Salvador (Salvador Mendes de Almeida)
  • A barbearia do senhor Luís
  • Abrupto
  • Academia dos Livros
  • Acto falhado
  • Almocreve das petas
  • Ana de Amsterdam
  • A Natureza do mal
  • A origem das espécies
  • A origem das espécies
  • Artedosdias
  • Apenas mais um
  • Aqui e agora
  • À rédea solta
  • artedosdias
  • avatares de um desejo
  • Aventar
  • Bandeira ao vento
  • Binoculista
  • Blasfémias
  • BlogOperatório
  • Blogue dos marretas
  • Blogville
  • Branco sujo
  • Caderno de Campo
  • Canela moída
  • Casadeosso
  • Casario do ginjal
  • Charquinho
  • Chez 0.4
  • Cibertúlia
  • Ciranda
  • Cócó na fralda
  • Com menta
  • Controversa maresia
  • Conversamos?!
  • Curiosidades
  • Da literatura
  • Delito de opinião
  • Dia de preguiça
  • Depois do trauma
  • Desesperada esperança
  • Directriz
  • Diz que não gosta de música clássica?
  • Do Portugal profundo
  • Drowned world
  • "Estranha maldição"
  • Equinócio de outono
  • Espero bem que não...
  • Fernão capelo gaivota
  • Folhinha Paroquial
  • Garfiar, só me apetece
  • Gapingvoid
  • Garficopo
  • Geração de 60
  • Gil Giardelli
  • Hummmm... i see
  • Infinito Pessoal
  • Invicta Filmes
  • Irmão Lúcia
  • João Pereira Coutinho
  • Jornalismo e comunicação
  • La double vie de veronique
  • Largo da Memória
  • Lauro António apresenta...
  • Leio a Vogue e o Saramago
  • Lua de lobos
  • Marjorie Rodrigues
  • Mas certamente que sim!
  • Ma-schamba
  • Memória virtual
  • Meus Mandamintos Poéticos
  • Miniscente
  • M.me mean
  • Não compreendo as mulheres
  • Não compreendo os homens
  • Nome de rua quieta
  • Nós Vencedores
  • Novos voos
  • O Insurgente
  • O mundo tem inscrições sempre abertas
  • obvious - um olhar mais demorado...
  • Ortografia do olhar
  • O Ser Fictício
  • O Universo numa Casca de Noz
  • Palombella rossa
  • Para lá do espelho
  • Partilhas
  • Pau para toda a obra
  • Pedro Rolo Duarte
  • People who...
  • Piano
  • Pimenta negra
  • Ponto sem nó
  • Premiere
  • Prosimetron
  • Púrpura secreta
  • Porta-livros
  • Raízes e antenas
  • Red Dust
  • Renascido
  • Respirar o mesmo ar
  • Rua da judiaria
  • Salete Chiamulera
  • Sem tambores e sem trompetes
  • Sexualidade feminina
  • Singrando horizontes
  • Sinusite crónica
  • Sol & tude
  • The old man
  • The Huffingtonpost
  • Um amor atrevido
  • Uma mulher não chora
  • Um chá no deserto
  • Um filme por dia não sabe o bem que lhe fazia
  • Um homem na cidade
  • Um piano na floresta
  • vontade indómita
  • Voz do deserto
  • Voz em fuga
  • Way to blue
  • Zumbido
  • 31 da armada
  • 50 Anos de Filmes
  • 100 nada
  • Guia do Lazer.Público
  • Time out
  • Cinecartaz.Público
  • Cinemateca
  • IMDB - The Internet Movie Database
  • Hollywood yesterday and today
  • Centro Cultural de Belém
  • Culturgest
  • Fundação Calouste Gulbenkian
  • Instituto dos Museus e da Conservação
  • Museus Portugal
  • Instituto Franco-Português
  • Le cool Lisboa
  • Pavilhão do Conhecimento
  • Dicionário e enciclopédia Porto editora
  • Bertrand
  • Fnac
  • Bartleby.com
  • Love your body
  • Sintonizate
  • Windows Media Guide
  • Agenda Uguru
  • TicketLine - Compra de bilhetes online
  • BBC on this day
  • Magnum photos
  • How To Do Just About Everything
  • Logitravel.pt
  • The Slow Movement
  • ViaMichelin
  • Arquivos

    Setembro 2004
    Outubro 2004
    Novembro 2004
    Dezembro 2004
    Janeiro 2005
    Fevereiro 2005
    Março 2005
    Abril 2005
    Maio 2005
    Junho 2005
    Julho 2005
    Agosto 2005
    Setembro 2005
    Outubro 2005
    Novembro 2005
    Dezembro 2005
    Janeiro 2006
    Fevereiro 2006
    Março 2006
    Abril 2006
    Maio 2006
    Junho 2006
    Julho 2006
    Agosto 2006
    Setembro 2006
    Outubro 2006
    Novembro 2006
    Dezembro 2006
    Janeiro 2007
    Fevereiro 2007
    Março 2007
    Abril 2007
    Maio 2007
    Junho 2007
    Julho 2007
    Agosto 2007
    Setembro 2007
    Outubro 2007
    Novembro 2007
    Dezembro 2007
    Janeiro 2008
    Fevereiro 2008
    Março 2008
    Abril 2008
    Maio 2008
    Junho 2008
    Julho 2008
    Agosto 2008
    Setembro 2008
    Outubro 2008
    Novembro 2008
    Dezembro 2008
    Janeiro 2009
    Fevereiro 2009
    Março 2009
    Abril 2009
    Maio 2009
    Junho 2009
    Julho 2009
    Agosto 2009
    Setembro 2009
    Outubro 2009
    Novembro 2009
    Dezembro 2009
    Janeiro 2010
    Fevereiro 2010
    Março 2010
    Abril 2010
    Maio 2010
    Junho 2010
    Julho 2010
    Agosto 2010
    Setembro 2010
    Outubro 2010
    Novembro 2010
    Dezembro 2010
    Janeiro 2011
    Fevereiro 2011
    Março 2011
    Abril 2011
    Maio 2011
    Junho 2011
    Julho 2011
    Agosto 2011
    Setembro 2011
    Outubro 2011
    Novembro 2011
    Outubro 2012










    Powered by Blogger




    referer referrer referers referrers http_referer