ccccff
La marée haute
sexta-feira, janeiro 20, 2006
  Limiar

Somos ainda o limiar - espessa
nuvem embrionária. Verdes,
imaturos crustáceos
emergimos
à superfície grávida
das ondas. Somos
o medo ou sua
improvável renúncia. O que
sabemos do
amor, da morte, é só
difusa,
opaca,
luminosa fábula.



Albano Martins

Etiquetas:

 
  Para que visses

Para que visses
Tão sinusosos como o interior dos búzios
E o dispersar assustado dos cardumes
Os olhos onde já não estão
Nem eles próprios nem noutros
A florir



Daniel Faria

Etiquetas:

 
 

É fascinante saber que as áreas do nosso cérebro mostram, através de imagens computorizadas, a activação de determinadas zonas depois de experimentadas certas emoções – e há 6 emoções de base, defende o Prémio Nobel Daniel Kahneman: alegria, tristeza, repulsa, surpresa e medo.
Podem sentir-se todas ao mesmo tempo?
 
quinta-feira, janeiro 19, 2006
 



Na Cinemateca hoje às 21h30m: A Rosa Púrpura do Cairo


"Aprendemos desde pequeninos que o cinema é magia. Aprendemos a sonhar e a fantasiar com as personagens dos filmes que vemos. Agora que somos mais crescidos, temos a oportunidade de reviver o encanto do cinema. Woody Allen inventou um filme encantador. Quando Cecília vai pela quinta vez ao cinema ver o mesmo filme, acontece o inesperado. Acontece o que tanta vez já imaginámos. Na realidade (e na fantasia), todos somos um pouco Cecílias. Atenção, este é um dos melhores Allens de sempre."

Carlos Ramos, Lecool

Etiquetas:

 
quarta-feira, janeiro 18, 2006
  O desafio d'Os dias da música

Este rapaz, que curiosamente dá pelo nome de Bird desafia-nos para falarmos das nossas músicas, aquelas que nos marcaram, seja pelo tempo ou circunstâncias em que as ouvimos seja pela sua intemporal beleza. Sim, Bird eu sei que te lancei o repto, mas o desafio é teu!
Ai, tomara eu ter mais tempo para me dedicar a toda a música que oiço, para a seleccionar, que isto de ouvir e dar música tem que se lhe diga para que não se esgote o prazer e eventualmente a verdade da melodia.

A 1ª de que me lembro de ouvir até me fartar: Ontem, hoje e amanhã, de José Cid. Pois é.
 
terça-feira, janeiro 17, 2006
 



Young Girl from Rajasthan
Olivier Follmi

Etiquetas:

 
  Dar-te-ia a vida

Soubesse eu então que te teria arrancado à morte
se no orgulho e conhecimento fosse outra

mas essa outra não era eu

Etiquetas:

 
segunda-feira, janeiro 16, 2006
 

E era bom. "Não entender" era tão vasto que ultrapassava qualquer entender - entender era sempre limitado. Mas não-entender não tinha fronteiras e levava ao infinito, ao Deus. Não era um não-entender como um simples de espírito. O bom era ter uma inteligência e não entender. Era uma benção estranha como a de ter loucura sem ser doida. Era um desinteresse manso em relação às coisas ditas do intelecto, uma doçura de estupidez.
Mas de vez em quando vinha a inquietação insuportável: queria entender o bastante para pelo menos ter mais consciência daquilo que ela não entendia.


Clarice Lispector, Uma aprendizagem ou o livro dos prazeres
 
  Num dia 14 de Janeiro

O mar, o mar ardente que se esconde sob o manto frio do mistério e do imprevisível foi no post anterior uma homenagem a uma senhora que me disse há uns tempos, Charles Trenet é a voz da canção francesa. Não conheces La mer?
E eu não.

Parabéns pelo 14 de Janeiro, por 73 anos, por si. E deixe-me dizer-lhe, nesta maneira tímida desconhecida e imperfeita de ser que grata lhe estou pelo afecto discreto com que me acolhe.
 
sexta-feira, janeiro 13, 2006
  La mer*




*Charles Trenet



Porque há pessoas bonitas de coração amplo como o mar...
 
  Ainda falando de música

A propósito de conversas sobre músicas e letras em frente à lareira do CAP, lembrei-me desta letra terrivelmente bela na voz imortal de Jacques Brel: Ne me quittes pas.

Sei de cor apenas esta parte, para mim a mais bela.

Moi je t'offrirai
des perles de pluie
venus d'un pays ou il ne pleut pas,
je cruzerai la terre jusq'après ma mort
pour couvrir ton corps d'or et de lumiére

...ou l'amour sera roi ou tu seras reine
...
 
quinta-feira, janeiro 12, 2006
  Política, eu nasci para a música

Deliciosa a música que Ângelo Correia deu a João Soares ontem à noite no jornal da sic notícias. Uma vez mais não desiludiu. A acutilância da análise e a forma correcta de debater fazem de Ângelo Correia um senhor.
 
quarta-feira, janeiro 11, 2006
  O excesso de tempo causa danos ao cérebro

Deduzo que alguém, com falta de ter que fazer e igual falta de imaginação se terá lembrado de inscrever o mail deste blog num tal sítio "ConhecerVoce.com.br". Só isso justifica as mensagens de resposta que tenho recebido a alegadas mensagens minhas.

Adiante.
 
segunda-feira, janeiro 09, 2006
  Alguém se lembra?*




(Philippe Halsman)



*Fernandel
 
  Balança

"Uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente."

(Clarice Lispector)
 
sexta-feira, janeiro 06, 2006
  Secreta púrpura


(Isabel Magalhães)


São 4771 os passeantes até hoje no Púrpura Secreta. Quando o número arredondar para os 5000 da praxe, apago-o com um abrir e fechar de olhos. Puf e já lá não está.
Trago a minha varinha de condão, salto para a vassoura e adeus que me vou embora e tu vais comigo, blog. De Junho a Dezembro de 2004 foram 6 meses muito empenhados em que literalmente saltei do lado de cá do monitor para o outro lado, desconhecido, e falo no caso que mais me moveu na blogosfera, exposto no penúltimo post, até que tive que estancar a sensibilidade, exagerada porventura, certa de que tinha feito o meu possível naquele momento. E nada nem ninguém me exigia alguma coisa. Não sei se fiz a diferença (eu acho que sim, em consciência; apenas um pouco, diz a minha sincera modéstia) mas aquele caso, o da Filomena, constituiu um marco de aprendizagem e de descoberta em vários sentidos que em algum momento conflituaram.

Faltam 229 visitas para o nome de poema fechar. 228, 227, 226 e amanhã faço um post só com números, oh yes!


O Púrpura foi a minha iniciação na descoberta de sentires e sensibilidades alheias, na quase tacteabilidade das palavras de que me enamorei.
E as palavras não páram, nem as combinações até ao infinito inexploradas. É um lugar sempre novo.


E tu, tu és o meu lugar. Imperfeito, leal e ardente. Desconhecida terra lavrada, coração bom.
 
quinta-feira, janeiro 05, 2006
  Aprender

Aprender
que nada termina si antes no termina dentro de mí
que el sol no se pone sin regreso, si en tu corazón estalla el alba
aprender que la esperanza es mentira si no hay cada día
el esfuerzo por un nuevo mañana
aprender a querer la vida, cuando la vida hace daño
.

Aprender
que si un niño mata mi mano no es del todo extraña
que tristeza, si un niño mata allí y aquí, muere la ternura
aprender que quizás esta tristeza es tan solo un refugio para no decirse así mismo
que es tanto más triste por que es tan necesario, es tanto más triste.

Aprender
que con certeza, nada tengo que no des
a conseguir que el corazón se conmueva siempre por el frágil gesto de la belleza.
Aprender que sólo soy si tu existes, y es esta la medida que quiero y me define.
Aprender para saber desprenderse, he aquí el viejo secreto.

Aprender...



(Música e letra de Lluís Llach)

Descobri-o. Aqui. Uma pequena maravilha.
 
quarta-feira, janeiro 04, 2006
 



Quanto me apercebo pela temperatura do rosto que devo estar rosada, estou vermelha mesmo. Sempre fui assim, ele há coisas que não mudam. A facilidade em corar é alheia às palavras e aos gestos e se penso nisso, mais saudavelmente saloia fico. Um pouco mais de entusiasmo a falar, a pensar!, a escrever, e ...estás com um ar bem coradinho, hum? ou então aquele olhar, apanhei-te, hum.
Vou apanhar ar para arrefecer o calor do rosto e vou pôr as mãos geladas nos bolsos. Se saírem agora à rua, reconhecem-me logo :)
Até já, então.
 
terça-feira, janeiro 03, 2006
  Preços de discos

Comprei há pouco tempo num supermercado o cd de Carla Bruni, Quelqu'un ma dit, devidamente selado, por €9,90. Na Fnac encontrei-o a €20,00. O que me está a escapar? Margens mais baixas de lucro ou piratice?
 
segunda-feira, janeiro 02, 2006
  Apontai

Eu gosto de laranjas verdes
 
  Candid(at)os

Além dos candidatos presidenciais há mais dois candidatos a candidatos que viram indeferidas as suas candidaturas pelo Tribunal Constitucional, por falta de requisitos, se bem ouvi. Como se já não fosse suficientemente *difícil* escolher entre os tantos candidatos que temos, agora vêm mais dois. Alguém nos ajude.
 
 




Parece que anda aí uma vague revivalista na geração dos trintas. Quando eu via esta imagem sabia que ela estava a anteceder um bom filme. A MGM era uma chancela de qualidade. E é impressão minha ou hoje não há tantos filmes bons?
 
  Máscaras

De repente teve a sensação de que a máscara tinha caído. Os modos suaves e assertivos, a maneira diligente e simpática de ser deu lugar por uma transformação extraordinária a um ser demoníaco chispando em labaredas de gelo a sua arrogância, declinando a humildade que tanto se gabava de possuir. Deveria ter desconfiado mais cedo, pensou. Quem tantas vezes insiste numa tecla, tem mais música a esconder que a mostrar.

E o ano terminou livre e fluido, limpo do rosto sujo, da máscara. Fechou o computador e foi jantar.
 
Sur la marée haute je suis montée la tête est pleine mais le coeur n'a pas assez. Lhasa de Sela


mareehaute.is.vague@gmail.com

Praias
  • Associação Salvador (Salvador Mendes de Almeida)
  • A barbearia do senhor Luís
  • Abrupto
  • Academia dos Livros
  • Acto falhado
  • Almocreve das petas
  • Ana de Amsterdam
  • A Natureza do mal
  • A origem das espécies
  • A origem das espécies
  • Artedosdias
  • Apenas mais um
  • Aqui e agora
  • À rédea solta
  • artedosdias
  • avatares de um desejo
  • Aventar
  • Bandeira ao vento
  • Binoculista
  • Blasfémias
  • BlogOperatório
  • Blogue dos marretas
  • Blogville
  • Branco sujo
  • Caderno de Campo
  • Canela moída
  • Casadeosso
  • Casario do ginjal
  • Charquinho
  • Chez 0.4
  • Cibertúlia
  • Ciranda
  • Cócó na fralda
  • Com menta
  • Controversa maresia
  • Conversamos?!
  • Curiosidades
  • Da literatura
  • Delito de opinião
  • Dia de preguiça
  • Depois do trauma
  • Desesperada esperança
  • Directriz
  • Diz que não gosta de música clássica?
  • Do Portugal profundo
  • Drowned world
  • "Estranha maldição"
  • Equinócio de outono
  • Espero bem que não...
  • Fernão capelo gaivota
  • Folhinha Paroquial
  • Garfiar, só me apetece
  • Gapingvoid
  • Garficopo
  • Geração de 60
  • Gil Giardelli
  • Hummmm... i see
  • Infinito Pessoal
  • Invicta Filmes
  • Irmão Lúcia
  • João Pereira Coutinho
  • Jornalismo e comunicação
  • La double vie de veronique
  • Largo da Memória
  • Lauro António apresenta...
  • Leio a Vogue e o Saramago
  • Lua de lobos
  • Marjorie Rodrigues
  • Mas certamente que sim!
  • Ma-schamba
  • Memória virtual
  • Meus Mandamintos Poéticos
  • Miniscente
  • M.me mean
  • Não compreendo as mulheres
  • Não compreendo os homens
  • Nome de rua quieta
  • Nós Vencedores
  • Novos voos
  • O Insurgente
  • O mundo tem inscrições sempre abertas
  • obvious - um olhar mais demorado...
  • Ortografia do olhar
  • O Ser Fictício
  • O Universo numa Casca de Noz
  • Palombella rossa
  • Para lá do espelho
  • Partilhas
  • Pau para toda a obra
  • Pedro Rolo Duarte
  • People who...
  • Piano
  • Pimenta negra
  • Ponto sem nó
  • Premiere
  • Prosimetron
  • Púrpura secreta
  • Porta-livros
  • Raízes e antenas
  • Red Dust
  • Renascido
  • Respirar o mesmo ar
  • Rua da judiaria
  • Salete Chiamulera
  • Sem tambores e sem trompetes
  • Sexualidade feminina
  • Singrando horizontes
  • Sinusite crónica
  • Sol & tude
  • The old man
  • The Huffingtonpost
  • Um amor atrevido
  • Uma mulher não chora
  • Um chá no deserto
  • Um filme por dia não sabe o bem que lhe fazia
  • Um homem na cidade
  • Um piano na floresta
  • vontade indómita
  • Voz do deserto
  • Voz em fuga
  • Way to blue
  • Zumbido
  • 31 da armada
  • 50 Anos de Filmes
  • 100 nada
  • Guia do Lazer.Público
  • Time out
  • Cinecartaz.Público
  • Cinemateca
  • IMDB - The Internet Movie Database
  • Hollywood yesterday and today
  • Centro Cultural de Belém
  • Culturgest
  • Fundação Calouste Gulbenkian
  • Instituto dos Museus e da Conservação
  • Museus Portugal
  • Instituto Franco-Português
  • Le cool Lisboa
  • Pavilhão do Conhecimento
  • Dicionário e enciclopédia Porto editora
  • Bertrand
  • Fnac
  • Bartleby.com
  • Love your body
  • Sintonizate
  • Windows Media Guide
  • Agenda Uguru
  • TicketLine - Compra de bilhetes online
  • BBC on this day
  • Magnum photos
  • How To Do Just About Everything
  • Logitravel.pt
  • The Slow Movement
  • ViaMichelin
  • Arquivos

    Setembro 2004
    Outubro 2004
    Novembro 2004
    Dezembro 2004
    Janeiro 2005
    Fevereiro 2005
    Março 2005
    Abril 2005
    Maio 2005
    Junho 2005
    Julho 2005
    Agosto 2005
    Setembro 2005
    Outubro 2005
    Novembro 2005
    Dezembro 2005
    Janeiro 2006
    Fevereiro 2006
    Março 2006
    Abril 2006
    Maio 2006
    Junho 2006
    Julho 2006
    Agosto 2006
    Setembro 2006
    Outubro 2006
    Novembro 2006
    Dezembro 2006
    Janeiro 2007
    Fevereiro 2007
    Março 2007
    Abril 2007
    Maio 2007
    Junho 2007
    Julho 2007
    Agosto 2007
    Setembro 2007
    Outubro 2007
    Novembro 2007
    Dezembro 2007
    Janeiro 2008
    Fevereiro 2008
    Março 2008
    Abril 2008
    Maio 2008
    Junho 2008
    Julho 2008
    Agosto 2008
    Setembro 2008
    Outubro 2008
    Novembro 2008
    Dezembro 2008
    Janeiro 2009
    Fevereiro 2009
    Março 2009
    Abril 2009
    Maio 2009
    Junho 2009
    Julho 2009
    Agosto 2009
    Setembro 2009
    Outubro 2009
    Novembro 2009
    Dezembro 2009
    Janeiro 2010
    Fevereiro 2010
    Março 2010
    Abril 2010
    Maio 2010
    Junho 2010
    Julho 2010
    Agosto 2010
    Setembro 2010
    Outubro 2010
    Novembro 2010
    Dezembro 2010
    Janeiro 2011
    Fevereiro 2011
    Março 2011
    Abril 2011
    Maio 2011
    Junho 2011
    Julho 2011
    Agosto 2011
    Setembro 2011
    Outubro 2011
    Novembro 2011
    Outubro 2012










    Powered by Blogger




    referer referrer referers referrers http_referer