ccccff
La marée haute
sexta-feira, julho 02, 2010
  Pela blogosfera fora

destaco o magnífico texto do Sem pénis nem inveja que se segue e reproduzo. Para ler, reler, tresler e dar a ler. E penso que uma anti-fórmula é também uma fórmula e que nós, mulheres, acabamos por baralhar os homens com tanta informação - e isso é ambivalentemente bom... Não me perguntem porquê.

Dele, dizem algumas elas:

_ Não pode ser mais um. Não pode suplicar. Não pode exigir além do indizível contrato. Não pode transmitir culpas e solidões como aumento no carrego de pedras às costas da mulher que as rejeita. Não pode invocar sistematicamente o ‘decide tu’. Não pode assenhorear-se do espaço alheio. Não pode ser um «pipi com meias altas» (figurinha cinzenta copiada do «está-a-dar»). Não pode ter GPS instalado no cérebro que mapeie a mulher. Não pode ser repetitivo nas «estórias». Não pode recontar seduções antigas. Não pode rejeitar nomes e verdades dele e dela. Não pode exercer a dúvida sobre o dito com o coração. Não pode ignorar matizes da voz feminina nem erguer fantasmas roídos.


_ Deve ser uma praia de seixos rolados brilhantes pela maré. Confiar no que oferece e deseja. Deve aceitar a mulher e ser aceite tal qual é. Deve esconder recônditos que somente lhe pertencem. Deve respeitar o mesmo na parceira. Deve rir e chorar. Deve ser inteligente, perspicaz, ter humor. Olhar, a direito, nos olhos. Ser louco se apetecer. Transgressor. Leal antes, durante e depois com a certeza de ser entendido pela mulher. Deve ser autónomo em casa – precisar dela por saber das capacidades bastantes que possui para lidar com as miudezas do dia-a-dia. Deve ser Holmes pelo múltiplo saber e não pela arrogância. Dr. Watson porque sentimental e romântico. Lamechas se quiser.



Não satisfazendo o deve e por dever que ame e seja amado sem contabilidade miúda. Homem dela e dele a mulher. Porque sim. A melhor das razões.



Link do post
 
Comments:
Isso roça a perfeição e nós sabemos que não existe :) Se existe já deve ser casado, ou gay, ou qualquer coisa in between :)
 
Não existe sempre a todo o tempo, não:)
 
Enviar um comentário

<< Home
Sur la marée haute je suis montée la tête est pleine mais le coeur n'a pas assez. Lhasa de Sela


mareehaute.is.vague@gmail.com

Praias
  • Associação Salvador (Salvador Mendes de Almeida)
  • A barbearia do senhor Luís
  • Abrupto
  • Academia dos Livros
  • Acto falhado
  • Almocreve das petas
  • Ana de Amsterdam
  • A Natureza do mal
  • A origem das espécies
  • A origem das espécies
  • Artedosdias
  • Apenas mais um
  • Aqui e agora
  • À rédea solta
  • artedosdias
  • avatares de um desejo
  • Aventar
  • Bandeira ao vento
  • Binoculista
  • Blasfémias
  • BlogOperatório
  • Blogue dos marretas
  • Blogville
  • Branco sujo
  • Caderno de Campo
  • Canela moída
  • Casadeosso
  • Casario do ginjal
  • Charquinho
  • Chez 0.4
  • Cibertúlia
  • Ciranda
  • Cócó na fralda
  • Com menta
  • Controversa maresia
  • Conversamos?!
  • Curiosidades
  • Da literatura
  • Delito de opinião
  • Dia de preguiça
  • Depois do trauma
  • Desesperada esperança
  • Directriz
  • Diz que não gosta de música clássica?
  • Do Portugal profundo
  • Drowned world
  • "Estranha maldição"
  • Equinócio de outono
  • Espero bem que não...
  • Fernão capelo gaivota
  • Folhinha Paroquial
  • Garfiar, só me apetece
  • Gapingvoid
  • Garficopo
  • Geração de 60
  • Gil Giardelli
  • Hummmm... i see
  • Infinito Pessoal
  • Invicta Filmes
  • Irmão Lúcia
  • João Pereira Coutinho
  • Jornalismo e comunicação
  • La double vie de veronique
  • Largo da Memória
  • Lauro António apresenta...
  • Leio a Vogue e o Saramago
  • Lua de lobos
  • Marjorie Rodrigues
  • Mas certamente que sim!
  • Ma-schamba
  • Memória virtual
  • Meus Mandamintos Poéticos
  • Miniscente
  • M.me mean
  • Não compreendo as mulheres
  • Não compreendo os homens
  • Nome de rua quieta
  • Nós Vencedores
  • Novos voos
  • O Insurgente
  • O mundo tem inscrições sempre abertas
  • obvious - um olhar mais demorado...
  • Ortografia do olhar
  • O Ser Fictício
  • O Universo numa Casca de Noz
  • Palombella rossa
  • Para lá do espelho
  • Partilhas
  • Pau para toda a obra
  • Pedro Rolo Duarte
  • People who...
  • Piano
  • Pimenta negra
  • Ponto sem nó
  • Premiere
  • Prosimetron
  • Púrpura secreta
  • Porta-livros
  • Raízes e antenas
  • Red Dust
  • Renascido
  • Respirar o mesmo ar
  • Rua da judiaria
  • Salete Chiamulera
  • Sem tambores e sem trompetes
  • Sexualidade feminina
  • Singrando horizontes
  • Sinusite crónica
  • Sol & tude
  • The old man
  • The Huffingtonpost
  • Um amor atrevido
  • Uma mulher não chora
  • Um chá no deserto
  • Um filme por dia não sabe o bem que lhe fazia
  • Um homem na cidade
  • Um piano na floresta
  • vontade indómita
  • Voz do deserto
  • Voz em fuga
  • Way to blue
  • Zumbido
  • 31 da armada
  • 50 Anos de Filmes
  • 100 nada
  • Guia do Lazer.Público
  • Time out
  • Cinecartaz.Público
  • Cinemateca
  • IMDB - The Internet Movie Database
  • Hollywood yesterday and today
  • Centro Cultural de Belém
  • Culturgest
  • Fundação Calouste Gulbenkian
  • Instituto dos Museus e da Conservação
  • Museus Portugal
  • Instituto Franco-Português
  • Le cool Lisboa
  • Pavilhão do Conhecimento
  • Dicionário e enciclopédia Porto editora
  • Bertrand
  • Fnac
  • Bartleby.com
  • Love your body
  • Sintonizate
  • Windows Media Guide
  • Agenda Uguru
  • TicketLine - Compra de bilhetes online
  • BBC on this day
  • Magnum photos
  • How To Do Just About Everything
  • Logitravel.pt
  • The Slow Movement
  • ViaMichelin
  • Arquivos

    Setembro 2004
    Outubro 2004
    Novembro 2004
    Dezembro 2004
    Janeiro 2005
    Fevereiro 2005
    Março 2005
    Abril 2005
    Maio 2005
    Junho 2005
    Julho 2005
    Agosto 2005
    Setembro 2005
    Outubro 2005
    Novembro 2005
    Dezembro 2005
    Janeiro 2006
    Fevereiro 2006
    Março 2006
    Abril 2006
    Maio 2006
    Junho 2006
    Julho 2006
    Agosto 2006
    Setembro 2006
    Outubro 2006
    Novembro 2006
    Dezembro 2006
    Janeiro 2007
    Fevereiro 2007
    Março 2007
    Abril 2007
    Maio 2007
    Junho 2007
    Julho 2007
    Agosto 2007
    Setembro 2007
    Outubro 2007
    Novembro 2007
    Dezembro 2007
    Janeiro 2008
    Fevereiro 2008
    Março 2008
    Abril 2008
    Maio 2008
    Junho 2008
    Julho 2008
    Agosto 2008
    Setembro 2008
    Outubro 2008
    Novembro 2008
    Dezembro 2008
    Janeiro 2009
    Fevereiro 2009
    Março 2009
    Abril 2009
    Maio 2009
    Junho 2009
    Julho 2009
    Agosto 2009
    Setembro 2009
    Outubro 2009
    Novembro 2009
    Dezembro 2009
    Janeiro 2010
    Fevereiro 2010
    Março 2010
    Abril 2010
    Maio 2010
    Junho 2010
    Julho 2010
    Agosto 2010
    Setembro 2010
    Outubro 2010
    Novembro 2010
    Dezembro 2010
    Janeiro 2011
    Fevereiro 2011
    Março 2011
    Abril 2011
    Maio 2011
    Junho 2011
    Julho 2011
    Agosto 2011
    Setembro 2011
    Outubro 2011
    Novembro 2011
    Outubro 2012










    Powered by Blogger




    referer referrer referers referrers http_referer